Life is Strange Recap – Episódio 5: “Polarized”

Bru: Galzinho, começa falando como tu se sentiu quando deu play no episódio 5. Qual era a tua situação emocional?

Gal: Ai, Bruzinha, eu tinha a-ca-ba-do de terminar o episódio 4, juntinho de você ainda, e, nossa, eram só socos no estômago que eu tava sentindo. Tinha acabado de ver a Chloe morrer pela milésima vez, sendo que eu tinha escolhido ajudar ela no começo do episódio, também. E além disso, passavam mil coisas na minha cabeça sobre o que eu teria que fazer pra salvar ela de novo. Tava achando que eu teria que me deletar pra conseguir salvar minha espousa e Arcadia Bay ao mesmo tempo. Resumindo: TAVA NADA BEM. E você, Bruzinha?

Bru: Gal, eu tava tão nervosa, mas tão nervosa. O controle pesava na minha mão. Eu só queria salvar logo o meu anjinho Max e meu amor Chloe. Quem é de fora não entende O TANTO que esse jogo nos afeta. O meu coração, em nome de jesus, tava na minha boca.

Gal: E nossa, o começo com Max no Dark Room. Tava morrendo de medo dessa cena, também. O que o nojento do Jefferson iria fazer com o nosso anjo.

Bru: HORROROSO. Teu David matou ele, Gal? O meu matou e eu amei, rssssssssss. Mas eu queria muito que Max pudesse ter se salvado sozinha e matado o Jeffershit com as próprias mãos.

Life Is Strange™_20151020222239

Gal: Ai, Bruzinha, mas seria muito dark pra Max fazer isso. Imagina o psicológico dela se ela tivesse matado ele.

Bru: EAT SHIT AND DIE, como diria a própria Max. Mas a cena do David foi boa. Eu achei legal a reação dele quando contei que Chloe tinha sido assassinada. Foi lindo ele com sangue nos olhos matando Jefferson.

Gal: HUAHUAHAUHAU. Bruzinha, eu não contei pro David, nem pra Joyce, não tive coragem, sabe. Eu sabia que ia corrigir tudo isso que aconteceu, então não queria abalar eles sem necessidade. Mas fiz questão de ajudar a reparar o casamento deles, porque mostrou como o David tava querendo o bem, porém da maneira errada. Ele ama a Chloe de paixão, mas o jeito que demonstrava era muito abusivo.

Bru: Otário, nunca vou esquecer que ele bateu no meu anjo. Galzinho, o restante do episódio eu achei ma-ra-vi-lho-so. Vi muita reclamação sobre as partes de stealth, mas eu amei??? E os pesadelos da Max, meu deus, amei 100%.

Life Is Strange™_20151020231122

Gal: Nééé, eu fiquei maravilhado nessa parte. Mas, Bru, achei cansativo, não que tenha sido chato, mas pesado. Voltar tantas vezes, E VER A CARA DE JEFFERSON TANTAS VEZES, e depois o pesadelo ainda. Nossa eu precisava de um tempo pra respirar e não tinha. E foi lindo o pesadelo com todos esses homens abusivos. Foi maravilhoso. Uma verdadeira Rosewood.

Bru: Galzinho, uma verdadeira Rosewood indeed!! Eu achei incrível a forma como isso mostrou os medos e as inseguranças da Max. Maior satisfação ver o Warren sendo o creepy que ele sempre foi. E o fato de isso estar na cabeça da Max é uma belíssima prova disso, né. Também amei as partes em que a Chloe pega todo mundo PORQUE MOSTRA CLARAMENTE QUE A MAX QUER A CHLOE SÓ PRA ELA.

Life Is Strange™_20151020231824

Gal: NÉÉÉ! Só mostrou como isso afeta a Max.

Bru: Maior medo da Max em relação a Chloe: que ela fique com qualquer pessoa que não seja a Max; maior medo da Max em relação ao Warren: go ape com ele. I rest my case.

Life Is Strange™_20151020231119

Gal: HAUHAUHAUHAUAHUAAUH.  SÓ NÃO VÊ QUEM NÃO QUER. Galera super em dúvida até o episódio 4, porém quero ver falar a mesma coisa depois do episódio 5. E queria muito entender quem shippa Max com Warren… Queria um powerpoint bem completo, porque até agora palavras não fizeram efeito.

Bru: Galzinho, não me entra na cabeça também. O pior é C E R T A S amigas que defendem Warren. Indiretinha Do Blog™

Gal: Tava falando com vocês mesmas, viu. Manda ppt, gatas.

Bru: E as lindas podem ter certeza que a gente tem contraprovas guardadinhas aqui na nossa bolsa.

Life Is Strange™_20151020224851

Gal: Bruzinha, tu achou que as cenas do pesadelo mostraram que não tinha mais grana pra fazer mais sets, como estão falando? Eu achei super o contrário, achei muito bem feitas e que estariam ali mesmo que eles tivessem rios de dinheiro. Obs: as garrafas do episódio 2 fazendo parte do pesadelo, ahuhauauha.

Life Is Strange™_20151020231217

Bru: HAUHAUHAUAHUA, CARALHO A REFERÊNCIA ÀS GARRAFAS FOI DEMAIS. EU DEI MUITA RISADA. Galzinho, eu acho que foi uma forma de driblar a falta de grana, sim. Mas ó, 10/10, porque amei essa sequência toda.

Gal: Bruzinhaaaaa, a Max passando pelas memórias dela com a Chloe. 😥 Foi horrível porque num momento tentam fazer a gente odiar a Chloe, e também mostrando nossa história juntas, só pra fazer nosso coraçãozinho ficar dividido.

12143263_10207357777283753_1764340300310135426_n

Bru: A cena no diner e depois caminhando por todas as memórias delas, PUTA QUE PARIU VAI SE FUDER. E a parte das duas Max se confrontando é demais.

Life Is Strange™_20151020233214

Gal: NOSSA SIIIIIM!!! PQPPP! Em cada memória que eu passava, eu ficava chorando e querendo morrer. VTNC. Bruzinha, eu tirei print de TO-DAS. Aquela cena foi lindaaaa. Muito bem feita. E nossa, quanta memória, pqp. Cinco dias e olha quanta coisa a gente passou juntas.

Bru: Né????

12115705_10207357784283928_3223759882806888454_n

Gal: Bruzinha, temos que falar sobre a destrambelhadíssima da série. A-MO. Folgadíssima: ALYSSA!

Bru: AI, COMO AMOOOO.

Gal: HAUHAUHAUHAUHAUHAU. MARAVILHOSAAAAAAA. Nunca dei tanta risada como quando achei ela presa nesse episódio. Cena pesadíssima, gente morrendo do meu lado. E Alyssa gritando, HAHAUHAUAHUAH.

Bru: HAUHAUHAUHAUAHUAHUAHUHAU.

Gal: ELA CAINDO PRA TRÁS QUANDO MAX CHEGA PERTO, HAUAHUAHUAHUAHUAHUA. ALYSSA, SUA ESTABANADA.

Bru: AI, ALYSSA, NUNCA MUDE.

Gal: Bruzinha, mas tenho que confessar que rssssss, eu deixei ela morrer. Eu procurando coisa pra ela pular, daí vejo uma loja, pensei, nossa, lá deve ter algo. Quando chego perto de entrar no lugar, a Alyssa gritando loucamente NÃO ME DEIXAAAA, e eu FOFA CALMA, EU JÁ VOLTO. Porém não podia voltar.

Bru: AHUAHUAHUAHAUHAUHAUHAUHAUHAUAHUAHA. TADINHA, GAL. ELA NUNCA TE FEZ NADA.

Gal: Bruzinha, mas voltei no tempo e ela tá vivíssima levando bolada na testa.

Bru: Ai, obrigada, Gal.

 Chegou o momento divisor de águas desse recap: os dois finais.
 amigasErivais

 

SAVE THE BAY

Bru: Galzinho, tu escolheu esse final. Essa é a oportunidade pra tu explicar os teus motivos.

Gal: Ai, Bruzinha, assim…

Bru: Respira fundo, tá? E saiba que estou te julgando.

Gal: Brigada, pressão zero, que bom.

Bru: Linda, te amo apesar de tudo.

Gal: Bru, eu meio que desde o começo do jogo sabia que escolheria isso se chegasse nesse ponto. Lá no fundo, sabia. E, te juro, eu tentei com todo o meu ser escolher salvar minha Bae, amor da minha vida. Mas não consigo, Bru. Eu sou desses que ama um final trágico. Meu filme de romance favorito é Fonte da Vida, do Aronofsky, onde tu termina ele destruído, chorando em posição fetal. Me vi sendo puxado pra esse final mais e mais, e posso falar que amei, Bru. Eu saí destruído e até hoje quando assisto esse final, eu morro de chorar. É um soco no estômago. Tirando o sentimento, eu escolhi Bay, também, pois via que a Chloe morrer tantas vezes em 5 episódios era um jeito do universo tentar voltar à sua timeline original, e eu ficava entrando na frente, com meu dedinho estalando in a Z formation, falando UH-UH!, e tudo de estranho que aconteceu naquela semana era consequência disso. Daí, mesmo eu deixando o tornado varrer tudo, a Chloe estar viva não era o natural e o universo iria continuar tentando corrigir isso.

Brubritney7

Gal: Bruzinha, abre o core pra minha interpretação, nunca te pedi nada.

Bru: Galzinho, eu não consigo. Eu não aceito esse final. Tu me desculpa, e eu vou falar sobre os meus motivos no próximo tópico. Eu só quero te perguntar antes, tu achou esse final satisfatório? Como tu se sentiu com o fato de que tudo que aconteceu foi apagado da história? Eu pergunto isso porque essa foi uma reclamação muito presente no fandom.

Gal: Bruzinha, eu ameeei esse final. Foi feito pra mim, tudo que eu pedi, sério. E olha, essa história de ter apagado tudo, apenas: ONDE? Minha Max vai ter que passar o resto da vida lembrando desses últimos 5 dias, onde ela presenciou coisas que mudaram ela pra vida inteira. A galera foca muito no final, reclamam de ser as mesmas duas opções pra qualquer pessoa, mas gente, uma história nunca é sobre o final, é sobre a jornada. Isso que importa. E tudo o que aconteceu nesses 5 dias, fez todo esse peso ser pessoal para mim, jogador. E esse final condiz SIM com o jogo até aqui. Os jogadores que estão escolhendo apagar tudo que viveram, jogar no lixo, porque não tiveram o final que queriam: Chloe e Max felizes da vida juntas. E foda-se que uma cidade foi devastada nisso tudo, que os pais da Chloe e amigos delas morreram, tem que fazer um sexo ali no light house mesmo, com a vista dos destroços.

Bru: Eu também acho que o peso das decisões continuam existindo sim, só que nos ombros da Max. Em Save The Bay, ela é a única que vai lembrar de tudo, e tudo que ela fez vai viver pra sempre com ela. Mas o meu MAIOR problema com esse final, Galzinho, é que Chloe morre sem saber de nada. Sem saber que Max ama ela, que fez de tudo pra salvar ela. Chloe morre sozinha num banheiro achando que ninguém ama ela.

Gal: Ai, sim, Bruzinha. Isso é muito, muito foda, viu. Ela tá se sentindo totalmente abandonada.

Bru: GALZINHO, EU NÃO ACEITO ISSO.

Gal: Os dois finais, se você for ver, foram bem focados na Max. No peso estar totalmente nela. Na visão de tudo estar mais focada nela.

Bru: Sim, com certeza.

SAVE THE BAE

Gal: Bruzinha, me conta como tu teve co-ra-gem de matar uma cidade IN-TEI-RA pra ficar com sua esposa.

Life Is Strange™_20151020234109
matei mesmo

Bru: Ahhhh, pois me dá licença que eu vou fazer um desfile aqui com os meus argumentos!!!!!!!!

veragif10

Bru: Bom, primeiramente, como já mencionado anteriormente, eu não aceito o Save The Bay. Eu não admito. Eu não apoio. Eu não quero perto dos meus filhos. O motivo é , basicamente, porque a minha Max não desistiria da Chloe. E mais do que isso, Save The Bae é o final em que a Max diz I’M DONE WITH THIS SHIT. É o momento em que ela para de tentar reparar tudo e aceita as coisas do jeito que elas são. E eu tenho um problema sério com o “greater good”. Porque a cidade não vale mais que a Chloe. Não é assim que funciona, vidas não são um cálculo aritmético!!!! Save The Bae é o final certo porque a Max ama a Chloe. E ela foi all the way pra salvar a esposa dela. E eu adoro como o episódio 5 dá suporte pra essa interpretação. Como ele mostra tudo que elas passaram, as inseguranças da Max, os desejos dela. Tudo que elas disseram uma pra outra, as promessas:

– My powers might not last, Chloe.

– That’s okay. We will. Forever.

E é por isso que eu não aceito a Max deixando a Chloe morrer sozinha no banheiro sem saber o quanto ela é amada. Save The Bay pode ter deixado o peso das consequências existindo nos ombros da Max, mas ele jogou fora tudo que a CHLOE viveu. Tudo que ela merecia. E ISSO EU NÃO ACEITO.

Life Is Strange™_20151020232933

Gal: Bruzinha, e na questão do pessoal falar que o Save The Bae é super rápido e termina sem dar um sentimento de closure?
Quando eu assisti esse final, não senti que deu o tempo necessário pra eu processar tudo como o outro final deu. De repente acabou e eu não tava pronto. Não tava ainda certinho na minha posição fetal.

Bru: Gal, rolou muito forte a opinião de que Save The Bay era canon justamente por causa do tempo de duração e porque deu a impressão de que ele foi mais trabalhado que Save The Bae. E NÃO É VERDADE. Eu acho que a questão de recursos pesou muito nessa hora. E realmente não tinha como a Dont fazer um final mais extenso. Até hoje eu acho que Save The Bae foi curto e abrupto. Eu fiquei decepcionada principalmente porque é um final que carrega um peso muito grande. E é super comparável com o final de The Last of Us, sabe? Porque nos dois casos tu cospe na cara do “greater good”, mas em TLoU o final foi carregadíssimo de emoção e meening, enquanto a última cena em LiS deixou bastante a desejar nesse sentido.

Gal: Pois é, Bruzinha, acho o mesmo. Acho bem ridículo falar que é canon sabe, principalmente depois dos diretores falarem que não tinham os recursos que queriam pra completar o episódio 5 100% como estava na mente deles. Seria lindo se eles lançassem uma versão estendida/director’s cut do final, mas só pro Save The Bae mesmo, sabe. Esse sentimento de fim abrupto ficou muito grande em mim.

Life Is Strange™_20151020214040

Bru: Exato, Gal. Seria lindo mesmo se lançassem uma versão estendida do Save The Bae. Mas tirando isso, eu amei esse final. Eu acho que ficou claro que a Max e a Chloe ficam juntas. Mesmo que o beijo só tenha acontecido no Save The Bay. Niguém faz tudo o que a Max fez só por uma amiga, né, só não vê quem não quer.

Life Is Strange™_20151020224933
#sonvqmnqr

Gal: Exatamente. Lembro quando assisti um youtuber falando “of course I’d save my best friend”, eu fiquei: best friend, fofo?

Bru: Ó pra quem acha que Max e Chloe são só amigas:

maya

Gal: Bru, tô muito triste como a galera caiu em cima da DONTNOD por não terem gostado do final. Nossos anjos não estavam preparados pra esse mundo horrível que é nerds da Internet.

Bru: Galzinho, né??? Na real, eu fiquei bem surpresa com isso. Porque tava bem óbvio desde o início que o final seria basicamente escolher entre Chloe e Arcadia Bay??? Nos recaps a gente sempre falou sobre isso. Eu não acho que tenha sido uma decepção o final ser entre essas duas opções. Mas acho que a execução poderia sim ter sido melhor.

Gal: Exatamente. É a mesma coisa com o Mass Effect 3, Bruzinha, galera queria dez milhões de finais, e se tu atirou uma vez menos que o coleguinha, tinha que ter um final próprio pra ti. Mas esses jogos contam história fechadas, o que é aberto é a jornada.

Bru: Pois é, Galzinho. Tá pra nascer ainda um jogo baseado em escolhas em que o final seja realmente ramificado.

Gal: Por exemplo, Until Dawn, a narrativa é praticamente a mesma pros outros, o que diferencia é a jornada e o que muda de um final pro outro são quantos sobreviveram.

Bru: Verdade, Galzinho.

Life Is Strange™_20151020213338
anjo de luz

Gal: Bruzinha, só sei que muito obrigado DONTNOD por criar esse mundo e esses personagens que fizeram a gente se identificar tanto, sentir que fazia parte daquilo, sentir o amor que saia dali. Obrigado por fazer o game mais gay do ano. Muito ansioso pra ver o que vocês farão daqui pra frente. Peço que continue tudo muito gay*, brigada (olhando pra Vampyr).

Life Is Strange™_20151020220040
*tudo muito gay

Bru: Nossa, eu só tenho a agradecer a DONTNOD, de verdade. Que jornada linda que foi Life is Stange. Desde janeiro, né, Galzinho. Foi um ano todo envolvidos com o jogo, chorando, sofrendo. Meu deus, como sofri. Acordava todos os dias de manhã preocupada com a Chloe. Pensando no meu anjo de luz. Foi a coisa que mais me fez sofrer em 2015. Foi o jogo mais gay do ano, com certeza. Teve héteros irritando e heterosexualizando o nosso game? Teve. Mas também teve uma heterofobia bem gostosa. Aquela heterofobia que deixa um sorriso bobo aqui no rosto. Foram tantas coisas positivas, né, Galzinho?

Gal: Ai, Bruzinha, foram viu. Amei desde o primeiro momento até o último, desde que anunciaram na Polygon só em texto. A gente já começou a esperar o mundo desse jogo, e ao mesmo tempo com medo da DONT não aguentar a pressão dos gamerbros de tudo ser no padrãozinho bem machinho-hétero-cis-branquinho que tanto amam. Mas a DONT foi lá e falou FODASEEE, vai ser gay, vai mostrar os abusos que as mulheres sofrem diariamente dos homens – e como podem existir vários níveis desses abusos, psicológica ou fisicamente, e que TODOS são errados -, e vai ter muito girl power, SIM!!

Bru: Então, acho que pra encerrar o nosso post, nada melhor do que deixar aqui essa misandria maravilhosa:

Life Is Strange™_20150131212231

CHLOE PRICE IS ALIVE AND WELL!!!!!

Confira também os recaps do Episódio 3 (GAYSÍSSIMO) e do Episódio 4.

(Siga a gente no Twitter: @osupportgroup. E suas mães: @CylonBru e @CylonGal.)

Anúncios

2 comentários em “Life is Strange Recap – Episódio 5: “Polarized””

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s