Arquivo da categoria: The Last of Us

Exposição Fotográfica: Left Behind :(

Após o grande sucesso da exposição fotográfica de The Last of Us, o Blog recebeu diversas mensagens perguntando se nós havíamos esquecido de Left Behind e quando essa exposição seria publicada. Primeiramente, o Blog JAMAIS ESQUECERIA DA MENINA DOS NOSSOS OLHOS. Segundamente, #hoje #tem #exposição.

Left Behind foi lançado no dia 14 de fevereiro de 2014 como um DLC de The Last of Us. A história é um prequel que conta sobre a relação de Ellie e Riley, a amiga que Ellie menciona a Joel no final do jogo principal. Muitos aqui lembram que, para comemorar o lançamento do DLC no dia do Valentine’s Day, o nosso homem, nosso deus, nosso amor Neil Druckmann, fez o seguinte tweet:

Machuca até hoje. 😦

Esse foi um playthrough muito difícil para o Blog e nós não poderíamos fazer essa publicação sem deixar aqui algumas palavras.

Gal: Ai, Bru, eu sabia que a história seria sobre os acontecimentos que a Ellie conta pro Joel no final de TLOU, então já esperava sair destruído, mas não sabia que seria nesse nível, porque nunca fez tanto sentido a fala “não sei o que falar, só consigo sentir”. Você tava comigo quando eu acabei e, nossa, eu não conseguia formar frases. E depois de passar um dia inteiro com Riley, me apaixonar por ela e pela relação dela com a Ellie, eu só queria morar naqueles momentos para sempre. Essa DLC é basicamente uma Giraffe Scene de 4 horas. TLOU deu uma aula sobre o que é uma DLC.  Eu já achava merecidíssimo eles estarem ganhando prêmios por Left Behind até hoje, mas agora tô achando é pouco. Eu não vejo a hora de jogar de novo, e (toma gamerbros) não é pelas cenas de ação – que of course, são demais -, mas para poder ver Ellie e Riley rindo de piadas bobas, fazendo poses no photo booth e sendo bobas e lindas na loja de fantasias. Foi sorriso bobo o tempo inteiro. Obrigado deus (Neil Druckmann) por ter nos dado TLOU.  Left Behind recebeu o #BadgeCãibraNoRosto.

Bru: Na primeira vez em que eu terminei Left Behind, fiquei destruída também, Galzinho. Fiquei sem reação, paralisada, sem saber como prosseguir com a minha vida. Foi tudo tão bem feito, TÃO AMARRADINHO. A história delas. 😦 O tempo todo a gente sabe o que vai acontecer. A gente sabe que a Riley vai morrer, porque a Ellie contou isso pro Joel. E mesmo assim, não existe maneira de se estar preparado para o final desse DLC.  Sabe Gal, um fato muito pessoal sobre a minha experiência com o jogo, é que, até então, eu nunca tinha visto esse tipo de representação em um jogo de video game. Eu passei a minha vida inteira jogando games, mas levou 25 anos pra eu me ver em um deles. E foi de forma completamente involuntária que, durante todo esse tempo, eu nunca esperei na-da de nenhum jogo.  Porque pra mim a indústria de jogos nunca teve essa sensibilidade, essa visão. Mas depois de Left Behind, o meu mundo caiu e tudo mudou. Esse jogo abriu meus olhos, me fez ver que sim, eu deveria esperar esse tipo de coisa de um jogo de video game. E depois ainda surgiu o gamergate, o que só me deixou com mais convicção e sangue nos olhos.

Vocês já conhecem o procedimento, aqui segue a trilha sonora original do DLC para ser ouvida durante mais essa jornada de apreciação da nossa arte:

 

Fotos com autoria de Bru:

Fotos com autoria de Gal:

(Siga a gente no Twitter: @osupportgroup. E suas mães: @CylonBru e @CylonGal.)

Anúncios

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA: THE LAST OF US

Todo mundo sabe que The Last of Us é a menina dos olhos do Blog. Mas o que muita gente não sabe, é que o Blog recebe uma quantidade imensa de fan mails perguntando o seguinte: “Vale a pena comprar The Last of Us Remastered, mesmo depois de já ter jogado no PS3?”. A resposta do Blog é bem simples: SIM.

Além da experiência de jogar novamente o game em uma qualidade visivelmente superior a do PS3, a versão remastered conta com a adição do Photo Mode, também conhecida como a melhor feature que deus (Neil Druckmann) poderia ter feito para nós. O Photo Mode permite que o jogador paralise o jogo a qualquer momento e tenha controle total sobre a câmera para captar o ângulo que desejar. Também estão disponíveis diversos efeitos e filtros para serem aplicados à imagem.

Esse post conta com o trabalho artístico que Bru e Gal realizaram no decorrer de seus playthroughs de The Last of Us Remastered utilizando o Photo Mode. O Blog recomenda a trilha sonora original maravilhosa para ser ouvida durante a jornada de apreciação da nossa arte. Comece com Vanishing Grace (Childhood) – Giraffe scene. :’)

Enjoy.

Fotos com autoria de Bru:

Fotos com autoria de Gal:

(Siga a gente no Twitter: @osupportgroup. E suas mães: @CylonBru e @CylonGal.)